Author [EN] [PL] [ES] [PT] [IT] [DE] [FR] [NL] [TR] [SR] [AR] [RU] Topic: [Portuguese Translation] - MIRACLES OF THE PROPHET

Offline Ayman Al-Andaluz

  • Newbie
  • *
  • Posts: 31
    • View Profile
[Portuguese Translation] - MIRACLES OF THE PROPHET
« on: February 18, 2019, 06:50:30 PM »
MILAGRES DO PROFETA (pece)
Copyright © 2009 Joseph A Islam: Artigo modificado em 11 de maio de 2012
É amplamente aceite no pensamento muçulmano que o Profeta Maomé (as) realizou muitos milagres durante o seu ministério. Estes milagres variavam de comida [1] e água [2] multiplicação, invocando as nuvens para recolherem abundantemente a chuva e dispersá-la em torno de Medina [3], produzindo lâmpadas milagrosas de luz para guiar os companheiros no escuro [4], a fala de um lobo [5], para impedir que um tronco de tamareira chore quando foi usado para fazer um púlpito [6] e a expulsão de um cadáver mentiroso cristão repetidamente de seu local de sepultamento [7].
Um dos mais famosos supostos milagres do Profeta e que está ligado a um verso do Alcorão é a divisão da lua pelo comando do profeta. Isso será discutido mais adiante no artigo.
Todo o apoio para os milagres do Profeta (exceto a divisão da lua) é obtido a partir de fontes secundárias islâmicas.
MILAGRES DO PROPHET Maomé (pece)
O Alcorão de fato fala sobre milagres (ou sinais / portentos - árabe ayat-i), mas o faz no contexto dos profetas anteriores realizando-os. Por exemplo, o Profeta Jesus (saws) era conhecido por curar os cegos, os leprosos, ressuscitar os mortos, por criar aves de barro e dar vida a elas (5: 110). Da mesma forma, o Profeta Moisés (saws) foi capaz de transformar um bastão numa serpente (7: 107) ou para separar o mar (26:63) com o mandamento de Deus.
No entanto, apesar dos contemporâneos do Profeta Maomé (saw) insistentemente exigirem tais milagres do Profeta, ele não recebeu nenhum desses milagres para realizar pelo próprio testemunho do Alcorão.
006,109
"Eles juram mais fortemente por Deus, que se um sinal (especial) / milagre veio a eles, eles acreditariam. Diga: "Certamente (todos) sinais / milagres estão no poder de Deus: mas o que fará você perceber que (mesmo) se os sinais / milagres vierem, eles não acreditarão? ""
Por favor, observe a palavra árabe 'ayat' nos seguintes versículos que neste contexto se referem a sinais, portentos ou milagres.
017: 059
"E nos abstemos de enviar sinais / milagres (em árabe: bil-ayati), só porque as gerações antigas as trataram como falsas: Nós enviamos a camelo fêmea para o Thamud para abrir os olhos, mas eles a trataram erroneamente: só enviamos os sinais por meio de um aviso "
013,007
"E os incrédulos dizem:" Por que não é um milagre (árabe: ayatun) enviado a ele de seu Senhor? " Mas você é verdadeiramente um admoestador, e para todas as pessoas um guia "
003,183
"(Os mesmos são) aqueles que dizem: Eis que Deus nos acusou de não crermos em nenhum mensageiro até que ele nos traz uma oferta que o fogo (do céu) devorará. Diga (para eles, ó Maomé): Mensageiros vieram até vocês antes de mim com milagres (árabe: bil-bayinati), e com isso (muito milagre) que você descreve. Por que você então os matou? (Responda que) se é sincero! "
030,058
"Na verdade, temos cunhado para a humanidade no Alcorão todos os tipos de similitudes; e, de fato, se você vier com um milagre (em árabe: bi-ayati), aqueles que não acreditam, em verdade, exclamarão: Não são mais que trapaceiros! "
020.133
"Eles dizem:" Por que ele não nos traz um sinal / milagre (árabe: bi-ayati) de seu Senhor? Não lhes chegou a evidência em tudo o que estava nos antigos Livros da revelação? "
029.050-1
"E eles dizem: Por que não são sinais / milagres (árabe: ayatun) enviados sobre ele de seu Senhor? Diga: Os sinais / milagres são somente com Deus, e eu sou apenas um simples admoestador. E não é suficiente o livro que enviamos a você que é um ensinamento a eles? Na verdade, é uma misericórdia e um lembrete para aqueles que acreditam "
006.007
"Se tivéssemos enviado para você (Maomé) (atual) escrito em pergaminho, para que eles pudessem sentir isso com as mãos, aqueles que não acreditam teriam dito: Isso não é nada mais do que mera magia "
006: 124
"Quando chega a eles um sinal, eles dizem:" Nós não devemos acreditar até que recebamos um (exatamente) como aqueles recebidos pelos mensageiros de Allah. "Deus sabe onde (e como) realizar a Sua missão. Logo os ímpios serão tomados pela humilhação diante de Deus, e uma severa punição, por todas as suas intrigas "
O ÚNICO SINAL OU MILAGRE QUE FOI DADO AO PROFETA FOI O QURAN
020.133
"Eles dizem:" Por que ele não nos traz um sinal / milagre (árabe: bi-ayati) de seu Senhor? A evidência vem de tudo o que estava nos antigos Livros de revelação? "
O PROFETA FORTEMENTE AVISADO
O verso seguinte capta fortemente o tema do artigo e a posição do Alcorão de que o profeta não recebeu nenhum milagre para realizar. A narrativa é transmitida na forma de um desafio e uma repreensão.
006: 035
"E se a aversão deles é grave para você, então, se você puder, procure um caminho para a terra ou uma escada para o céu para que você possa trazer para eles um sinal / milagre! (Árabe: biayatin) - Se Deus quisesse, Ele poderia ter trazido todos juntos para a orientação - Então não fique entre os ignorantes (em árabe: Jahileen)) "

O CASO DA DIVISÃO DA LUA
054,001
"A hora está próxima e a lua está dividida."
Fontes secundárias islâmicas fornecem muitos detalhes com diz respeito ao que alegadamente ocorreu com relação aos poucos versos que são narrados no início da Sura 54 (Al-Qamar).
Eles tentam explicar que este foi um milagre realizado pelo Profeta Maomé (saws) para convencer os Quraish depois que eles pedirem um sinal dele. (Por favor, note a contradição desta afirmação com o verso 17:59). A lua foi assim dividida e permaneceu visível em ambos os lados do Monte Hira.
O Alcorão não faz tais alegações, ou mesmo do envolvimento do Profeta. Se os versos são lidos no contexto de toda a Surah (capítulo), é claro que esta é uma referência a um evento futuro relacionado com um apocalipse e não tem nada a ver com os Quraish ou Profeta Maomé. (pece)
O Alcorão faz referências a eventos futuros como se já tivessem ocorrido. O Verso 36:26 é um possível exemplo, onde a um homem justo foi dito "... Entre no jardim. Ele disse: Oh, se o meu povo soubesse ". Dado o contexto da narrativa, é bem possível enfatizar certeza, um futuro diálogo sobre o Dia da Ressurreição foi capturado como se já tivesse acontecido.
Com relação à divisão da lua, lemos ainda:
054,002
E se eles vêem um sinal, eles se afastam e dizem "magia passageira". E eles negaram (em árabe: wakadhabu) e seguiram os seus desejos, mas cada assunto tem seu tempo designado "
É significativo notar que a palavra 'kadhab' em árabe significa mentir para inventar falsamente algo ou dizer algo que não é factual, implicando que eles negaram o que estava sendo alegado. Portanto, se a posição tradicional das fontes secundárias islâmicas deve ser aceita, então a negação equivaleria a uma rejeição do sinal que lhes foi mostrado (ou seja, a alegada divisão da lua). Pelo contrário, isso poderia ser uma referência a uma negação geral da verdade quando os alcança.
Se é para assumir a posição tradicional, ou seja, que a negação foi o sinal mostrado a eles (divisão da lua), então temos um problema imediato, pois isso inferiria que o povo de Noé também negou o mesmo sinal.
054: 009
"O povo de Noé negou antes deles (árabe: kadhabat qablahum) e eles negaram nosso escravo e disseram: Um louco; e ele foi repelido "
Por favor, note que há duas negações neste verso.
(1) Uma negação semelhante à feita pela comunidade de Maomé (saws) (kadhabat qablahum),
e
(2) A negação do escravo de Deus (fakadhabu abdha - eles negaram nosso servo).
A primeira negação não pode ser uma referência ao suposto evento divisor da lua como a comunidade do profeta Noé não estava a par do evento específico que as tradições mantêm ter sido experimentado apenas pela comunidade de Maomé (saws). Portanto, essa negação provavelmente se refere a uma negação geral da verdade uma vez que chegou a eles.
Notamos ainda que o povo de Aad também negou de maneira semelhante ao de Noé (as) e a comunidade de Maomé (as).
054,018
"O 'Ad (povo) também negou (árabe: kadhabat): então quão terrível foi Minha penalidade e o meu aviso"
Da mesma forma, isso não pode ser uma negação do sinal de divisão da lua, mas uma negação geral da verdade e dos avisos quando chegaram a eles. Isto é ainda confirmado no exemplo de Thamud alguns versos depois.
054: 023
"Thamud negou (árabe: kadhabat) as advertências"
Além disso, lemos que o povo de Ló negou as advertências (54:33) e o povo do Faraó também negou os avisos (54: 41-2). Nenhuma dessas "negações" se refere à suposta divisão da lua. Se todos os versos da Sura (capítulo) são analisados como um tema e holisticamente, é claro que  o sinal de que o povo da comunidade do Profeta Maomé (saws) rejeitou não foi a divisão da Lua, mas uma negação geral da verdade quando chegou a eles. Isso não é diferente das comunidades dos outros mensageiros mencionados pela Surata.
Portanto, a divisão da lua é uma referência no tempo perfeito para enfatizar a certeza de um evento futuro que precederá o Dia do Juízo e provavelmente desconectado da comunidade do Profeta Maomé (as).
054: 046
"Não, a hora é o tempo prometido, e a hora será mais dolorosa e amarga"
PENSAMENTOS FINAIS
O Alcorão não suporta a crença de que o Profeta realizou algum milagre. Pelo contrário, o único sinal dado ao Profeta Maomé (as) foi o Alcorão.
REFERÊNCIAS
[1] Khan. M, (Tradução), Centro da Universidade do Sul da Califórnia para o Envolvimento Judaico-Muçulmano, SAHIH BUKHARI,
Volume 4, Livro 56, Número 780 [online], Tradução disponível em http://www.cmje.org/religioustexts/
hadith / bukhari / 056-sbt.php [Acessado em 11 de maio de 2012]
[2] Ibid., Número 779. Tradução disponível em http://www.cmje.org/religious-texts/hadith/bukhari/056-sbt.php
[Acessado em 11 de maio de 2012]
[3] Ibid., Livro 73, Número 115, Tradução disponível em http://www.cmje.org/religious-texts/hadith/bukhari/073-sbt.php
[Acessado em 11 de maio de 2012]
[4] Khan. M, (Tradução), Hadith: Bukhari Shareef Online, Volume 1, Livro 8, Número 454, Tradução disponível em
http://bukharishareef.blogspot.co.uk/2008/03/translation-of-sahih-bukh ari-book-8.html [Acessado em 11 de maio de 2012]
[5] Khan. M, (Tradução), Centro da Universidade do Sul da Califórnia para o Envolvimento Judaico-Muçulmano, SAHIH BUKHARI,
Volume 3, Livro 39, Número 517, [online], Tradução disponível em http://www.cmje.org/religioustexts/
hadith / bukhari / 039-sbt.php [Acessado em 11 de maio de 2012]
[6] Ibid., Volume 4, Livro 56, Número 814, Tradução disponível em
http://www.cmje.org/religious-texts/hadith/bukhari/056-sbt.php [Acessado em 11 de maio de 2012]
[7] Ibid., Número 783, Tradução disponível em
http://www.cmje.org/religious-texts/hadith/bukhari/056-sbt.php [Acessado em 11 de maio de 2012]
Joseph Islam
© 2010 Quransmessage.com Todos os direitos reservados