Author [EN] [PL] [ES] [PT] [IT] [DE] [FR] [NL] [TR] [SR] [AR] [RU] Topic: [Portuguese Translation] - IS ARABIC A HOLY OR SUPERIOR LANGUAGE?

Offline Ayman Al-Andaluz

  • Newbie
  • *
  • Posts: 33
    • View Profile
Os artigos deste site podem ser reproduzidos livremente, desde que seja fornecida a seguinte referência de fonte:
Joseph A Islam www.quransmessage.com
Salamun Alaikum (que a paz esteja com você)


ÁRABE É UMA LÍNGUA SANTA OU SUPERIOR?
Copyright © 2009 Joseph A Islam: Artigo modificado pela última vez em 26 de março de 2011

Muitos muçulmanos têm a opinião / crença de que, em virtude da escritura final ser revelada em árabe
que existe de alguma forma uma preferência acentuada por isso, ou que é o melhor de todos os idiomas e em alguns círculos, acredita-se que é a linguagem dos céus.
Essa visão é insustentável a partir de uma análise do Alcorão. De fato, fica claro que não há distinções de qualquer tipo feitas com relação a qualquer idioma e o árabe neste contexto não é excepção.

030: 022
“E dos Seus sinais é a criação dos Céus e da Terra, e a diferença de suas línguas e cores. De fato! aqui, de fato, são sinais para homens de conhecimento "

Um dos grandes sinais de Deus são de fato as variações nas línguas humanas.
Infelizmente, o foco muçulmano permanece muito "centrado no árabe" quando claramente todas as línguas são um dos sinais de Deus e pertencem a ele. Sem dúvida, o árabe é uma língua importante para aprender / dominar como a escritura final foi revelada.
Portanto, qualquer estudo (ou como o Alcorão reivindica 'Tadabbur' 4:82, 23:68, 38:29, 47:24 ou seja, pesquise atentamente até que o assunto fique claro) seja auxiliado.
Isso não é diferente para um estudioso da Bíblia que domina os meandros do grego para ajudar no estudo da Septuaginta ou aprender latim para entender a relevância / mensagem das vulgatas latinas posteriores. Ou ainda mais, dominar o hebraico para entender o texto original com mais detalhes.
A mensagem de Deus em relação à língua árabe é clara. O Alcorão foi revelado SOMENTE em árabe, para que as pessoas a quem a mensagem estava sendo revelada (ou seja, o Profeta Maomé (aub)) e seus
contemporâneos) pudessem compreender claramente (12: 2; 44:58; 43: 3). De fato, para que o mensageiro possa ser uma testemunha contra eles e transmitir-lhes a mensagem com a máxima clareza, para que não restasse uma razão para negar. Isso não foi diferente para todos os mensageiros que o precederam. Eles só trouxeram a mensagem de Deus nas línguas de seu próprio povo, para que pudessem fazer a mensagem e seus argumentos absolutamente claros para eles (14: 4; 46:12).

 014: 004
"E nós não enviamos nenhum mensageiro, mas com a linguagem do seu povo, para que ele pudesse explicar para eles claramente; então Deus faz com que Ele queira errar e Ele guia a quem Ele quer e Ele é o Poderoso, o Sábio "
Embora a mensagem final pretendesse ser um documento atemporal para toda a humanidade, sua principal publicação foi em árabe para que o Profeta pudesse avisar sua própria cidade-mãe e as cidades imediatas ao seu redor (42: 7).

042.007
“E assim revelamos a você um Alcorão árabe, para que você possa avisar a cidade mãe (em árabe:
ummal-qura) e as que a rodeiam (árabe: (waman) hawlaha) , e que você possa avisar sobre o
dia de reunião onde não há dúvida; uma parte deve estar no jardim e (outra) parte no fogo ardente ”
Ilustração - Joseph Islam

Observe o termo árabe 'hawlaha' no verso acima, que claramente se refere a uma vizinhança imediata e
os termos de uso podem ser atestados de outras partes do Alcorão. Nesse caso, é a vizinhança imediata
em torno da cidade mãe, que é o que está sendo referido e não o planeta inteiro. Se O Alcorão precisasse de ser explicado a um chinês precisaria ser traduzido para chinês!
De fato, isso faz todo o sentido, pois a mensagem seria entendida num dialecto árabe específico somente pela cidade-mãe onde o Profeta Maomé (aubu) era contemporâneo e os arredores. Para um falante não árabe numa terra estrangeira, a mensagem precisaria ser traduzida para que entendam claramente e busquem orientação.
Observe a Surata Ash-Shua'ra (26), a mesma frase em árabe foi usada. 'Inni la kum rasul ameen, fataqulaah watioun' (Eu sou um mensageiro fiel para você, então tema a Deus e me obedeça).
 A mesma frase em árabe foi usada para os profetas Noé (26: 106-107), Hud (26: 125-126); Saleh
(26: 143-144); Lut (26: 162-163) e Shuaib (pbut) (26: 178-179) um após o outro. Nenhum desses
mensageiros pronunciaram essa frase em árabe, mas em seus próprios idiomas para o seu próprio
povo. Portanto, é a mensagem que é importante, não o idioma em que é entregue o Alcorão em si é uma tradução de outras línguas para o árabe.
Por exemplo, uma nota de todo o diálogo capturado no Alcorão, dos Profetas Noé, Abraão,
Moisés, Jesus (pbut) , diferentes mensageiros, anjos, Iblis (Satanás), Faraó, até mesmo de uma formiga (27:18) e um pássaro de Poupa (27:22). Todo esse discurso foi capturado e traduzido pelo próprio Deus para um público árabe para entenderem a mensagem e sua sabedoria. Se Deus pode traduzir o discurso de outras pessoas na história para deixar a mensagem clara para o público árabe, por que os falantes não-árabes não conseguem concentrar seus esforços para entender a mensagem em seus próprios idiomas?
Isso é ratificado alguns versículos mais tarde, em 26: 195-196, em que a mensagem existe nas escrituras antigas, que também se conecta à máxima do Alcorão: que nada revelamos ao mensageiro que não tenhamos revelado antes (41:43).

Então, por que Deus escolheu árabe para a revelação final? É porque é especial ou santo?

O próprio Alcorão responde a essa pergunta de maneira adequada e sucinta. Se o Alcorão não fosse revelado em árabe, os contemporâneos do profeta árabe teriam discutido por que as comunicações eram
num idioma que eles não conseguiam entender. Além disso, não faria sentido para eles receberem uma revelação numa língua estrangeira entregue a um profeta árabe.

041: 044
“E se tivéssemos feito um Alcorão em uma língua estrangeira, eles certamente teriam dito : Por que não
foram esclarecidas as mensagens? O quê? Uma mensagem estrangeira (língua) e um árabe !? Diga: É para aqueles que acreditam em orientação e cura; e (quanto a) aqueles que não acreditam, há um peso nos
seus ouvidos e é obscuro para eles; estes serão chamados de um lugar longínquo ”

PENSAMENTOS FINAIS
Todas as línguas pertencem a Deus e as variações nelas são sinais de Deus, mas quantos muçulmanos
infelizmente, afastam-se do Alcorão por causa da crença tácita de que a mensagem do Alcorão nunca pode ser verdadeiramente compreendida sem conhecimento erudito do árabe clássico no Alcorão. Quantos muçulmanos também mantém a crença não suportada de que, de alguma forma, a língua árabe é muito superior a qualquer outra?
Apesar da falta de critérios objetivos necessários para validar tal posição devido a todos os idiomas
possuindo variações únicas e riqueza de estrutura, o próprio Alcorão nega esse conceito. Por quê
não é aramaico, hebraico, thamudico ou qualquer outro idioma do grupo semítico? Por que eles não são
superiores ou mais sagradas ou por que não a primeira língua dada a Adão? (PECE) Afinal, muitos grandes Profetas falaram ao público com a mesma mensagem.

002: 002
ALIF LAM MIM 'Dhalaika (este) Kitab (livro / escritura) La (no) Raiba (dúvida) Fi'hai (nele) Huda
(orientação) Mutaqeen (Aqueles que estão conscientes de Deus)
Só se pode esperar extrair 'Huda' (orientação) se estiver ciente do que está lendo e entender isso. Ainda mais, como um muçulmano honesto pode filtrar o pensamento religioso de outro ser humano, parente, acadêmico ou estudioso, sem estabelecer um ponto de referência no conhecimento para si mesmos? Um ponto de filtragem (ou seja, uma verdadeira compreensão da mensagem do Alcorão para si de qualquer maneira /idioma possível) para filtrar?
Se esse padrão ou ponto de verificação não estiver definido, simplesmente sucumbiríamos aos seguidores cegos de certas escolas de pensamentos / seitas e religiões estabelecidas. Como alguém poderia avaliar uma doutrina islâmica ou a veracidade de uma crença se eles não possuíam nenhum ponto de referência para julgar. Esta referência a esse ponto só pode ser estabelecida pelo próprio estudo ardente das escrituras e do próprio idioma.
"Fizemos esse Alcorão FÁCIL de entender / lembrar" (54:17; 22; 32; 40)

Joseph Islam
© 2010 Quransmessage.com Todos os direitos reservados